Calleri, do São Paulo, entra na mira do STJD por expulsão contra o Flamengo

Calleri, do São Paulo, entra na mira do STJD por expulsão contra o Flamengo
Calleri, do São Paulo, entra na mira do STJD por expulsão contra o Flamengo

Argentino pode ser denunciado por "jogada violenta" após entrada em David Luiz.

O atacante Jonathan Calleri pode desfalcar o São Paulo por mais rodadas nesta reta final de Brasileirão. Expulso na derrota do último fim de semana para o Flamengo, o argentino terá o lance do cartão vermelho analisado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e pode desfalcar o time em jogos, além da suspensão automática a ser cumprida diante do Palmeiras.

O camisa 30 será desfalque do São Paulo no clássico desta quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Allianz Parque. A denúncia, no entanto, pode levar mais de duas semanas para ser levada ao tribunal desportivo.

A possível denúncia sobre o lance de Calleri será analisada conforme a súmula do árbitro Leandro Pedro Vuaden e se encaixa no artigo 254 (jogada violenta) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), de acordo com fontes consultadas no tribunal. A suspensão pode variar de uma a seis partidas.

O argentino acabou expulso ainda aos 10 minutos do primeiro tempo, depois de entrada sobre o zagueiro David Luiz, do Flamengo. O São Paulo perdeu o jogo por 4 a 0.

— Expulsei diretamente o referido atleta, por dar uma entrada ("carrinho") em seu adversário de número 23, sr. David Luiz Moreira Marinho, com o uso de força excessiva, atingindo com as travas da chuteira a perna direita do seu adversário na disputa da bola. Informo que o atleta atingido necessitou de atendimento médico, permanecendo na partida — escreveu Vuaden na súmula.

Expulso diante do Flamengo, Calleri vinha sendo o principal atacante do São Paulo nas últimas semanas. O Tricolor encara problemas crônicos ofensivos e apresenta o segundo pior ataque da competição, com apenas 24 gols em 32 partidas.

Sem Calleri nesta quarta-feira, Rogério Ceni deve promover o retorno de Luciano ao time titular. O camisa 11 havia perdido a posição contra o Flamengo por conta do retorno de Emiliano Rigoni, que cumpriu suspensão no empate contra o Fortaleza.

Depois de encarar o Palmeiras nesta quarta-feira, o São Paulo só retorna a campo no dia 24, quando receberá o Athletico-PR, no Morumbi, pela 34ª rodada. O time comandado por Ceni soma 38 pontos e ocupa a 15ª colocação na tabela.

Por José Edgar de Matos- GE / São Paulo