Destaque Notícias Saúde

Governo de Rondônia divulga calendário de imunização contra a Covid-19

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), divulgou esta semana o calendário que propõe as datas para a campanha de vacinação contra a Covid-19, em Rondônia. O cronograma de vacinação, elaborado pela Agevisa, prevê a data inicial para a vacinação das pessoas que fazem parte do grupo prioritário da primeira fase da campanha e serve de base para os calendários elaborados pelos municípios rondonienses, de maneira independente.

Ana Flora Gerhardt, diretora-geral da Agevisa, explica que o Estado não tem como definir a data final de vacinação das pessoas que estão sendo imunizadas, pois depende da data que os municípios iniciaram a vacinação. “Temos um marco inicial, que foi a entrega das vacinas, mas a data final dependerá de quando o município iniciou a imunização, o dia de aplicação da primeira dose e qual o imunizante administrado”, detalha.

Calendário propõe as datas para a campanha de vacinação contra a Covid-19, em Rondônia

Como exemplo, Ana Flora, cita a situação em que a pessoa recebeu a vacina CoronaVac, que neste caso a segunda dose deve ser aplicada 28 dias após a primeira dose. Já no caso do imunizante AstraZeneca, a segunda dose deve ser administrada no período de três meses após a aplicação da primeira dose. O detalhamento sobre o público previsto na primeira fase da campanha de imunização contra a Covid-19 que está em vigor, é baseado no Plano Nacional de Imunização (PNI), do Governo Federal e no Plano Estadual de Imunização, elaborado pelo Governo de Rondônia.

IMUNIZAÇÃO

Em Rondônia foram distribuídas para os municípios rondonienses, 67.970 doses da vacina contra a Covid-19. Até o momento, foram aplicadas 31.193 doses: 21.325 em profissionais da Saúde, 6.456 em idosos e 3.412 em indígenas.

Confira o planejamento de vacinação do público prioritário na primeira fase na campanha de imunização:

* Idosos a partir de 90 anos ou mais: a partir de 8 de fevereiro. Imunizante: CoronaVac – a segunda dose precisa ser aplicada em 28 dias após a primeira.

* Idosos de 80 a 89 anos de idade: a partir de 26 de janeiro – Imunizantes: Se CoronaVac, a segunda dose deve ser aplicada  em 28 dias; Se Astrazeneca – 90 dias.

* Profissionais da Saúde que atuam na linha de frente, na assistência a pacientes com Covid-19: a partir de 19 de janeiro. Imunizantes: Se CoronaVac, a segunda dose precisa ser administrada em 28 dias; Se Astrazeneca – 90 dias.

* Pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência – a partir de 19 de janeiro. Imunizantes: Se CoronaVac, a segunda dose deve ser aplicada  em 28 dias; Se Astrazeneca – 90 dias.

* Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, em residências inclusivas. A partir de 19 de janeiro. Imunizantes: Se CoronaVac, a segunda dose precisa ser administrada em 28 dias; Se Astrazeneca – 90 dias.

* População indígena vivendo em Terras Indígenas – a partir de 19 de janeiro. Imunizante: CoronaVac, a segunda dose deve ser aplicada em 28 dias após a primeira.

Fonte;secom/RO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.