Destaque Esportes

Me ajuda ai-Abel liga para Autuori e colhe informações sobre estratégias para bater o Flamengo; técnicos negam

Após a publicação desta matéria, as assessorias de imprensa de Abel Braga e de Paulo Autuori emitiram notas oficiais em que negam a informação de que os treinadores tenham conversado sobre estratégias para bater o Flamengo. Ambos expressaram indignação. Confira a íntegra das notas ao final da matéria.

Depois da suada vitória contra o Vasco e da folga geral de segunda-feira, o foco voltou-se para o compromisso que pode decretar os colorados como campeões brasileiros após 41 anos. Para alinhar suas estratégias no seu “intensivo”, Abel Braga acionou reforço – além do estafe que já municia o treinador com dados sobre o adversário – e ligou para Autuori.

A intenção era descobrir como o Athletico venceu o Flamengo há quase um mês – tarefa que, se repetida, dará o título ao Inter com uma rodada de antecedência. Autuori, então, explicou uma mudança fundamental no duelo que estava empatado em 1 a 1, quando, aos 36 minutos do segundo tempo, promoveu a entrada de Zé Ivaldo, e armou o time com três zagueiros.

A alteração liberou os dois laterais, Khellven e Abner, e destravou os paranaenses. O gol da vitória, inclusive, saiu com uma subida do Khellven, que também havia entrado na etapa complementar, ao ataque, e terminou com Kayzer, que completou para as redes do goleiro Hugo Souza.

A utilização de três zagueiros, no entanto, dificilmente poderá ser repetida pelo Colorado. O Inter não tem seus titulares para a ocasião, já que Moledo está lesionado, e Cuesta, suspenso. Por isso, uma mudança tão brusca no sistema defensivo, formado por garotos na falta da experiente dupla, é praticamente descartada.

Mas uma informação valiosa também foi compartilhada – e esta, sim, está mais alinhada às estratégias que alçaram o time de Abel à liderança: o Flamengo teve mais posse de bola, principalmente no segundo tempo, o que possibilitou que o Athletico apostasse em contra-ataques.

Os treinadores são amigos há tempos. Além dos inúmeros embates em bancos distintos ao longo das duas carreiras, os dois chegaram a trabalhar juntos no Fluminense em 2018, quando Autuori foi contratado como diretor esportivo de futebol. Abel era o técnico e podia dividir principalmente as tarefas extra-campo com o colega.

No domingo, enquanto Abel ficará à beira do campo em seu jogo mais decisivo das últimas temporadas, Autuori estará se preparando para enfrentar o Grêmio às 18h15min, na Arena, em Porto Alegre. Será mais um capítulo da longa amizade, em que um torcerá para que o outro saia vencedor.

> A nota oficial de Abel Braga:

Ao contrário do que foi publicado no site GE.GLOBO nesta quarta-feira (17/02), não é verdade que Abel Braga, técnico do Internacional, ligou para Paulo Autuori, comandante do Athletico-PR, para colher informações sobre estratégias para vencer o Flamengo. O treinador, inclusive, ficou indignado com a matéria. Recentemente, há duas rodadas, eles apenas se encontraram na Arena da Baixada, quando se enfrentaram e se abraçaram antes do jogo. Já não se falavam há algum tempo. Portanto, é mentira e até irresponsável tal informação veiculada, e num momento delicado, de definição do Campeonato Brasileiro.

> A nota oficial de Paulo Autuori:

Paulo Autuori, técnico do Athletico-PR, também ficou indignado com matéria publicada pelo site GE.GLOBO nesta quarta-feira (17/02), que afirmou que Abel Braga, técnico do Internacional, ligou para ele para colher informações sobre estratégias para vencer o Flamengo. E criticou o jornalismo que ainda é feito por alguns na imprensa:

“Isso não é só irresponsabilidade, é maldade também, o que faz com que esse tipo de jornalismo fique cada vez mais desacreditado. Eu repudio, enfaticamente, essas informações, completamente fora da realidade. A verdade é que a parte investigativa do jornalismo está cada vez mais desprezada. Preferem trocar a essência do jornalismo pela especulação barata”, lamentou Autuori.

Por:GE

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.