Destaque Região

Operador de máquinas do DER morre após veículo dar problema; Ele tentou pular mas máquina passou por cima

O operador de máquinas Bruno Marcolino, servidor efetivo dos quadros do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER/RO), morreu no final da tarde desta quinta-feira (01/04) em um trecho da RO-470, a linha 200  – que acessa na BR-364 a cidade de Ouro Preto do Oeste ao município de Vale do Paraíso – após o rolo compactador de pneus que ele operava despencar em uma ribanceira.

O acidente aconteceu pouco depois do lixão a céu aberto. Equipe de socorristas do Corpo de Bombeiros compareceu ao local do acidente, prestou socorro à vítima paramentando-a no local, e a conduziu em estado gravíssimo ao Hospital Municipal Dra. Laura Maria Carvalho Braga, em Ouro Preto. Porém, Bruno não resistiu e veio a óbito.

A reportagem do site Correio Central apurou com colegas de trabalho de Bruno, da equipe de Ji-Paraná, que o rolo compactador teria “apagado o motor” e para não bater na traseira de veículos de outros companheiros ele teria tentado administrar a situação direcionando o maquinário para a direita da pista, justamente do lado da ribanceira. Pular e deixar o rolo compactador sem controle não foi a escolha do jovem operador, segundo seus amigos.

Ao permanecer em cima do maquinário pesado que pesa 21 toneladas para tentar desvia-lo dos demais maquinários e veículos, e também dos colegas de trabalho, Bruno não conseguiu saltar para um local onde não seria atingido, e fatalmente ele desceu junto à ribanceira e teve parte do corpo esmagado pelo rolo compactador. O rosto do operador do DER sofreu uma desfiguração terrível.

Bruno mora em Ouro Preto do Oeste e fazia parte da equipe da Residência do DER de Ji-Paraná, que está realizando operação tapa-buracos na RO-470, no sentido crescente, em trechos de serras e curvas. A Polícia Militar também compareceu ao local do acidente, auxilou o trabalho do Corpo de Bombeiros e no monitoramento da pista, e anotou informações para a confecção do boletim de ocorrência.

DIA DE FELICIDADE

Ontem, quarta-feira (31 de março), foi um dos dias mais felizes da vida de Bruno: sua filhinha completou 1 aninho de vida no dia 30. Parentes e amigos do operador de máquinas do DER relataram que ele não se cabia em felicidade, houve surpresa, restrita em razão da pandemia, mas com direito a parabéns, bolo e o registro.

Hoje, com a fatalidade ocorrida na RO-470, a tragédia se abateu sobre a família de Bruno Marcolino e seus companheiros de trabalho que ao recolherem os veículos rodoviários ao pátio do DER local, ao invés de retornar para Ji-Paraná, seguiram para a frente do Hospital Municipal de Ouro Preto do Oeste para acompanhar a situação do colega de trabalho.

A mãe de Bruno Marcolino chegou ao hospital e se dirigiu aos trabalhadores do DER perguntando o que tinha acontecido, que não acreditava no que estava acontecendo e queria respostas. Momento de muita tristeza.

O ROLO COMPACTADOR TOMBOU PARA A DIREITA APÓS BRUNO TENTAR CONDUZIR O MAQUINÁRIO QUE ESTARIA DESLIGADO.

Fonte: correiocentral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.