Destaque Geral

Papéis e lenços umedecidos passam por perícia do Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia (Ipem-RO) realizou a perícia em produtos para conferência de medidas – largura e cumprimento – em marcas de papel higiênico, lenço desinfetante, panos umedecidos e lenços de limpeza facial.

Os produtos foram avaliados para conferir se o consumidor está adquirindo o item com o devido comprimento e largura, de acordo com o descrito na embalagem. Segundo a metrologista do Ipem-RO, Elli Maus, o produto tem que seguir a padronização obrigatória de acordo com as portarias do Inmetro 157/2002 e 149/2011.

Uma marca de pano umedecido foi reprovada na avaliação individual devido ao critério de comprimento individual. O lenço desinfetante foi reprovado no tamanho das letras e também no quantitativo. O lenço de limpeza facial foi o único aprovado em todos os critérios.

As marcas de papel higiênico e também de papel toalha também foram avaliadas. O papel toalha foi reprovado em seu comprimento e largura. E as duas marcas de papel higiênico também foram reprovadas por não terem atingido a marca de 60 metros, conforme o descrito na embalagem.

Segundo o presidente do Ipem, Aziz Rahal Neto, o órgão tem cumprido seu papel através de fiscalizações e verificações de produtos pré-medidos. “A atuação do Ipem tem o intuito de verificar se o consumidor está levando para casa o que realmente condiz com o que está sendo vendido”, destacou Aziz.

As empresas foram notificadas e terão prazo para apresentar suas defesas junto ao jurídico do Ipem-RO em virtude da constatação da irregularidade na pesagem dos produtos.

O consumidor que encontrar ou suspeitar de alguma irregularidade em produtos à venda nos supermercados pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou pelo telefone (69) 98479-9055.

Secom-RO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.